quinta-feira, 17 de julho de 2008

Sagres



Vinha de longe o mar...
Vinha de longe, dos confins do medo...
Mas vinha azul e brando, a murmurar
Aos ouvidos da terra um cósmico segredo.

E a terra ouvia, de perfil agudo,
A confidencial revelação
Que iluminava tudo
Que fora bruma na imaginação.

Era o resto do mundo que faltava
(Porque faltava mundo!).
E o agudo perfil mais se aguçava,
E o mar jurava cada vez mais fundo.

Sagres sagrou então a descoberta
Por descobrir:
As duas margens de certeza incerta
Teriam de se unir!

Miguel Torga "Portugal"

31 comentários:

São disse...

Obrigada pela visita a Sagres e por Torga, que aprecio muito.
Bom final de semana.

Zé Povinho disse...

Faltava mundo mas atreveram-se à descoberta...
Sempre gostei de Torga.
Abraço do Zé

Pena disse...

Estimada e Sensacional Amiga:
Um belo sentir do mar. Da terra. Da vida pensada e sonhada em poesia linda que fascina.
Uma verdadeira forma fantástica e de maravilhar esta dedicatória poética ao Planeta que habitamos. Sonhada com ternura e delícia.
Por último, penso que se deve fixar, pela pureza, beleza e encanto o que ternamente expressa da conjugação natural e bela do mar e da terra:
"Sagres sagrou então a descoberta
Por descobrir:
As duas margens de certeza incerta
Teriam de se unir!". Perfeito. Muito belo. Maravilhoso!
Incrível de ternura a sua magia poética fabulosa.
Bj amigos de encanto.
Sempre a admirá-la e a estimá-la

pena

Fada do Amor disse...

Se Torga o diz.

gaivota disse...

nas palavras ed torga ainbda sabe melhor! é o cantinho daí do sul que mais gosto, foi ponto de partida de tanta aventura..
sagres, oh sagres....
e para ti, linda amiga, vem um pouco a norte...
muitos beijinhos!

Filoxera disse...

O extremo das partidas...
Beijos.

Ludo Rex disse...

Bela escolha. E o mar jurava cada vez mais fundo...
Kiss

zef disse...

Gosto
"Duma nesga de terra
Debruada de mar."(Também Torga)
E haja sempre muito vento em Sagres, como na primeira vez que vi, tão lindo como os anos que eu tinha...
Beijos

BlueVelvet disse...

Adoro este poema como adoro Sagres que está ligado à minha infância e adolescência.
Beijinhos e bom fim-de-semana

Jorge P.G disse...

Mais um belíssimo poema do grande Miguel Torga. Tudo disse empoucos versos sobre esse apelo do mar e a vontade de descobrir o seu lado de lá.

Linda, a fotografia! Eu, que conheço praticamente todo o país, nunca fui a Sagres. Que vergonha!

Um abraço e bom final de tarefas. Dessas, já me livrei, finalmente.

Vb disse...

Olá Isabel!

Sagres...Sempre um passeio a repetir! Agora também retratado numa bela canção pelo Luís Represas.
Todos os anos costumo ir até lá. Sempre antes de chegar o calor e a confusão. Naquela época de Primavera em que o mar é mais mar e nós o conseguimos apreciar devidamente. Quando lá estou sinto magia naqueles penhascos, naquelas ondas naufragando nas rochas, naquela barrela imensa de espuma…
Um bom fim-de-semana

Um grande beijo e tudo de bom.

Vitor Barros

Agulheta disse...

Sagres. Lindo muito lindo... o ano passado visitei,só estava muito vento nesse dia,o poema de Torga,sempre belos.
Beijinho de amizade BFS LISA

heretico disse...

gosto muito desse mar. que vai e vem...

beijo

. R disse...

Bonitas escolhas!

:)

Tudo bonito neste cantinho!

Beijinho,
Rita

jo ra tone disse...

Isabel,
Já passei por este local.
Será aqui que o mar começa e a terra acaba, ou estarei a fazer confusão.
Bom poema do grande poeta
Bjo
Bom fim de semana

lena disse...

Miguel Torga um poeta forte na poesia

Diz Sagres como a partida para além de... a continuação do mar...

adoro Sagres, amo aquela falésia escarpada, doces e belas recordações me ligam a Sagres, ao mar e até a Miguel Torga que não me canso e ler

lembrei-me de um poema de Torga a Camões, para mim o nosso maior Poeta, o maior poeta de língua portuguesa e dos maiores da Humanidade, deixo-o para ti


Camões

Nem tenho versos, cedro desmedido,
Da pequena floresta portuguesa!
Nem tenho versos, de tão comovido
Que fico a olhar de longe tal grandeza.

Quem te pode cantar, depois do Canto
Que deste à pátria, que to não merece?
O sol da inspiração que acendo e que levanto
Chega aos teus pés e como que arrefece.

Chamar-te génio é justo, mas é pouco.
Chamar-te herói, é dar-te um só poder.
Poeta dum império que era louco,
Foste louco a cantar e louco a combater.

Sirva, pois, de poema este respeito
Que te devo e professo,
Única nau do sonho insatisfeito
Que não teve regresso!

Miguel Torga,
Antologia Poetica.


Isabel sabes o quanto a poesia me encanta, e quanto vivo para ela, é companheira de todos os meus dias assim como o mar

por isso há sempre um poema que me vêm à memória....

obrigada por este belo momento de poesia

deixo-te um abraço de carinho, onde a amizade é presença e onde a ternura existe

beijinhos e uma @---->--- para ti

lena

o escriba disse...

Isabel

já aqui estive ontem mas só li, não comentei porque tenho andado mal aqui das "colunas e arcadas" e o tempo no computador tem de ser o mínimo. Mas adiante.
É lindo o poema de Torga (quanto gosto desse poeta!) e Sagres é um dos locais mais bonitos aqui do nosso Algarve. Aquela visão do mar a perder de vista... Gostei muito, Amiga.

bjinhos
Esperança

Pipinha disse...

Olá boa tarde, vim aqui parar por gostar tanto do que escreve num blog de um amigo comum. Gostei muito de aqui estar a ler os seus posts e se me permitir voltarei mais vezes.
Bom fim-de-semana com muito carinho, paz e alegria.
Beijinhos.

Ana disse...

Sagres , onde a terra acaba e o mar começa.
Fizeste-me saudades e vontade de aí voltar.
Um beijo pelo poema e outro pela foto.

Daniel Aladiah disse...

Mais uma homenagem a Sagres, ouvindo o Represas...
Um beijo
Daniel

Papoila disse...

Muito gosto eu deste transmontano que assim canta o Mar das descobertas a partir de Sagres!
Boa escolha de Torga!
Bela foto!
Beijos

elvira carvalho disse...

Bonita a imagem e um bom poema de Torga.
Um abraço

aflores disse...

Visitei Sagres pela primeira vez há muitos anos. Voltei lá o ano passado, a pedido da minha filha.
Agradeço e retribuo visita ao meu cantinho;)
Tudo de bom, boa semana.

Pipinha disse...

Querida Sophiamar, obrigada pelo miminho que me deixou no meu cantinho. Gostei muito! Obrigada! Quem é amiga/o do nosso querido Pena, só pode ser uma pessoa de bem, ele é muito especial. Também tenho gostado muito de ler os seus comentários lá no cantinho dele e por isso não pude deixar de vir aqui conhecer o seu espaço. Agora vou ver os outros seus blogs :)
Desejo-lhe uma boa semaninha com muito carinho, paz e alegria no coração.
Beijinhos carinhosos e abracinho meiguinho.

Jorge P.G disse...

Passo e deixo o meu abraço neste teu último dia de trabalho em2007/08.

Que seja levezinho e ponham a cusquice toda em dia!hahahahaha!....

Olha, dá um abraço aí à malta da Escola, do seu colega jorge sineiro. Boas férias para elas/eles também.

ABRAÇO.

Graça Pires disse...

Gosto muito da ponta de Sagres...
Amo a poesia de Torga. Obrigada Sophiamar e um beijo.

Pena disse...

Preciosa Amiga:
Miguel Torga nasceu aqui a 10 quilómetros de minha casa.
Tenho admiração pela íntegra pessoa que foi em todos os domínios em que a viva voz dele se impôs como Homem Grandioso e Fascinante.
OBRIGADO pela atitude e pelo belo momento que me proporcionou.
É uma amiga que reterei sempre em mim e no que sou.
Brilhante. Sensível. Fantástico, Ser Humano que é, amiga.
Ele ouvi-la-á atentamente, onde quer que esteja e agradecer-lhe´-á, acredite?
Bj amigos de encanto amigo pela sua imensa significação amiga.
Sempre a admirá-la

pena

Victor disse...

Querida Isabel
Sempre passo por aqui mas com mágoa pouco comento... a vida de reformado é uma correria!!!! Mas desejo deixar aqui o traço do meu apreço por tão interessantes e enriquecedoras partilhas.
Beijinhos.

Espaço do João disse...

Eu que nasci com água por todos os lados, não poderei esquecer Sagres. Daí o senhor Infante D. Henrique lembrou-se de Gonçalves Zargo e recomendou que rumasse para sudeste do cabo de S. Vicente e, de certeza encontraria outras terras. Assim fizeram como dizia o Infante e, conseguiram descobrir as terras mais lindas deste planeta. A Madeira e Porto Santo. Um abraço fraterno.

Brancamar disse...

Que enorme o talento de Torga e como se sente o Mar todo nestas palavras...e toda a nossa história ligada a ele.
Beijinho para ti Isabel e para a Maria, sempre.

gaivota disse...

então, raínha, boas férias!
não é só o sul que é bonito...aqui no meio do nosso portugal temos a praia mais linda do país e arredores...
é boa onda aqui o nosso sítio, já sabes, aparece!
beijinhossssss salgados