sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Intemporal



Há homens que lutam um dia, e são bons;
Há outros que lutam um ano, e são melhores;
Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;
Porém há os que lutam toda a vida
Estes são os imprescindíveis




Do rio que tudo arrasta se
diz que é violento
Mas ninguém diz violentas as
margens que o comprimem


Berthold Brecht


Morreu a 14 de Agosto de 1956

7 comentários:

Agulheta disse...

Querida amiga. estou de férias mas venho de vez em quando dar uma visita aos amigos,hoje por aqui está muito calor,e como estou em lugar fresquinho,onde vem a maresia do mar numa leve brisa,gostei de te ver por aqui e que sejas bem vinda.morreu o homem mas jamais se esquece pessoas que deixaram alguma marca em vida.
Beijinho bfs

O Guardião disse...

Porque a vida é uma luta constante, e porque viver é sempre uma aventura cujo horizonte se expande à medida que "crescemos",
Cumps

pinguim disse...

Que bom; já é o segundo blog que visito hoje que não se esqueceu de Brecht, nesta data...
Beijinho.

Papoila disse...

Olá Minha Querida!
Voltei!
É bom ter-te de volta aqui neste mar.
Grande homenagem!
Beijos

Lilá(s) disse...

E é bom homenagear gente que não deve ser esquecida.
Gostei.

pinto afonso disse...

Só morremos se ninguém nos recordar...Brecht não está esquecido,está vivo.

gaivota disse...

e há os outros... que defendem as lutas que não partilham nem lá estão!
foi um desabafo de outras vidas...
nem sabem viver!
és uma lindaaaaaaaaaaaaaaaaaa
bem-hajas
milesssssssssssss beijinhosssss