segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Um dia...

Imagem da net


Um dia, gastos, voltaremos
A viver livres como os animais
E mesmo tão cansados floriremos
Irmãos vivos do mar e dos pinhais.

O vento levará os mil cansaços
Dos gestos agitados irreais
E há-de voltar aos nosso membros lassos
A leve rapidez dos animais.

Só então poderemos caminhar
Através do mistério que se embala
No verde dos pinhais na voz do mar
E em nós germinará a sua fala.


Sophia de Mello Breyner Andresen

8 comentários:

lagartinha disse...

Que bom que está de volta!
E eu fui a primeira a deixar beijinhos!
A Sophiamar a falar do mar nas palavras de Sophia...coincidência?
Bejokotones

elvira carvalho disse...

Apanhei boleia da Lagartinha.
É que já não tinha o link.
E como é que o A ver o Mar tinha que regressar? Claro com a Sophia a falar do mar...
Um abraço e uma boa semana

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo regresso...Espectacular....
Beijos

Helena Peixoto disse...

É tão bom regressar aqui e encontrar poesia que faz revigorar o espírito... A mistura perfeita de imagem e poema...

Beijinhos

pinguim disse...

Estava a ver que a Sophia nunca mais chegava...
Mas tinha a certeza que apareceria, e voltará!
Beijinho.

amigona avó e a neta princesa disse...

Que bom encontrar-te aqui! Beijos minha querida Isabel

gaivota disse...

e semprfe o mar, o nosso mar, de norte a sul e outros mares, mas sempre o mar!
lindo como sempre, ler sophia...
beijinhosssssssssssmilessssssssssss

radialista EDIZIO LIMA disse...

maravilhozo ver essas pessoas falando escrevendo tudo quanto e belo. adorei boa semana.