segunda-feira, 21 de abril de 2008

Abril de Abril

Tirado do google
Era um Abril de amigo Abril de trigo
Abril de trevo e trégua e vinho e húmus
Abril de novos ritmos novos rumos.
Era um Abril comigo Abril contigo
ainda só ardor e sem ardil
Abril sem adjectivo Abril de Abril.
Era um Abril na praça Abril de massas
era um Abril na rua Abril a rodos
Abril de sol que nasce para todos.
Abril de vinho e sonho em nossas taças
era um Abril de clava Abril em acto
em mil novecentos e setenta e quatro.
Era um Abril viril Abril tão bravo
Abril de boca a abrir-se Abril palavra
esse Abril em que Abril se libertava.
Era um Abril de clava Abril de cravo
Abril de mão na mão e sem fantasmas
esse Abril em que Abril floriu nas armas.
Manuel Alegre

49 comentários:

Carminda Pinho disse...

Isabel
Abri o blogue e pensei que me tinha enganado, ahahah!!!
Bom gosto, é o que é.:)))

Este poeta é um dos meus preferidos, como já sabes.
Esta poesia... é de Abril, é Manuel Alegre e, é linda.

Beijos

Papoila disse...

Olá!
Grande semana esta!
Grande poesia de Abril "de novos ritmos novos rumos Abril de mão na mão e sem fantasmas"
Adoro Manuel Alegre
Beijos

Sophiamar disse...

Carminda, Amiga!

Manuel Alegre continua a ser um grande homem de Abril e um dos maiores vultos da poesia contemporânea.

Beijinhossss

Bem hajas!

Sophiamar disse...

Papoila:

Fico satisfeita que gostes. Manuel Alegre é e será um poeta da Liberdade. Um grande vulto de Abril.

Beijinhos

amigona avó e a neta princesa disse...

E Abril está aí! No calendário, nos nossos corações e na nossa memória...tivemos o previlégio de o viver...beijos querida...muitos para a Maria...

Odele Souza disse...

Sei que dia 25 de Abril é uma data importante para o povo português. E amo Portugal pelo amigos maravilhosos que aí tenho. Por isto botei nos meus blogs um cravo vermelho para lhes dizer que compartilho desse sentimento pelo 25 de Abril. Justiça e Liberdade.

Um beijo.

Sophiamar disse...

Amigona, Mana do Coração!

Abril ficará marcado de forma indelével nas nossas memórias e nos nossos corações. Quem viveu em ditadura jamais pode deixar de festejar este tempo florido de cravos vermelhos.
Beijinhos

Sophiamar disse...

Odele

Esta é uma data muito importante para os Portugueses e eu vivi a Revolução ao vivo por entre chaimites e militares.

Beijinhos

Bem Hajas!

daniel disse...

Olá

Admirador da poesia de Manuel Alegre, não podia ficar indiferente á leitura do post.

Daniel

Blue Velvet disse...

Tudo lindo o que este senhor escreve
E com esta música, fica perfeito.
Beijinhos, linda

gaivota disse...

abril, abril, manuel alegre tem sempre a ver com abril
poemas lindos, sentidos, de muitos abril(s)
beijinhossssssssssssssss

Vieira Calado disse...

Olha, Sophia, se quiseres postar IR,
dizes-me, porque estou a ultimar um livro "Soltos & Dispersos II",
onde entram, além de inéditos, poemas divulgados em blogs.
Nestes, vai a indicação do endereço do blog.

Mais logo vou postar um poema de Abril.

Um beijinho.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá amiga, belo poema de Abril de Manuel Alegre !
Beijos

Maria disse...

Manuel Alegre ficará na História da Resistência. Assim como o homem que deu voz aos seus poemas: Adriano.
Abril é Adriano, Zeca, Manuel Alegre, Ary dos Santos, Abril é o povo que resistiu, Abril é o povo que veio para a rua.
És tu e sou eu. Somos nós, todos, por aqui...
... que vamos para a rua, num enorme abraço colectivo...

Beijinhos

António Inglês disse...

Abril é todos os dias, é quando um homem quiser, é sempre tempo de um Abril novo.
E o homem quis e Abril aconteceu. E o homem quer e Abril continua a acontecer.
Um grande abraço e também estou contigo nesta semana...
Beijinhos
António

António Inglês disse...

Isabel

Desculpa, voltei atrás para te dizer que fiz o tal post sobre Raphael Bordallo Pinheiro como me sugeris-te. Espero que gostes.
Um grande beijinho
António

anamarta disse...

Olá
Manuel Alegre um Poeta da Resistência e de Abril, e de que gosto muito! não conhecia ete poema de Abril, é lindo!
beijos

bettips disse...

Abril livre.
Abril sempre.
Abril poemas, e tantos, por dier!
Bjiinho

elvira disse...

Manuel Alegre é um grande poeta.
Amiga, vai voltar a mudar o look ao A ver o mar? Está lindo verdade, mas estou a preparar uma surpresa para o 24 de Abril, e se todos os dias mudar o look do blogue, todos os dias tenho que refazer o trabalho.
Um abraço

Filoxera disse...

Amiga:
Que bom, ver o espírito de Abril vivo.
Deixo-te um beijinho e a promessa de dias mais inspirados para te comentar.

zef disse...

Boas tardes, Sophisabel.
Mesmo agora que anda quase tudo a cheirar mal, façamos a festa. Sobretudo agora.
Beijos

Jorge P.G Sineiro disse...

Nova imagem de rosto dedicada à ocasião, hein? É Abril... :-)

Dos poemas de manuel Alegre dedicados a Abril, só lamento que o Partido de que ainda faz parte não tenha nada a ver com os ideiais e as esperanças daquele Manuel Alegre.
Dei-lhe, naturalmente para mim, o voto aque tive direito nas últimas presidenciais. Cerca de 1 milhão de pessoas fizeram o mesmo.
Só pergunto: O que fizeste tu com esses votos, Manel?

Perdoa-me este desabafo, Isabel, mas sinto-me ferido pelo Manuel Alegre. E nada me interessa que seja politicamente incorrecto dizê-lo tão próximos que estamos de mais um ano pós-Abril de 74. (E já lá vão 34!)

Um abraço para ti.

O Guardião disse...

Não conhecia este poema do Manuel Alegre, que está ligado ao espírito de Abril. Também eu lamento que a sua voz poucas vezes se ouça na defesa das convicções, e que tenha desperdiçado um capital valioso, os votos, de quem com ele desejou um futuro mais justo, bem diferente daquele que o PS teima em impôr.
Cumps

Ludo Rex disse...

Não deixemos que nos tirem o que Abril conquistou…
Defendamos e Lutemos pelas Conquistas de Abril!
Kiss em Liberdade

Agulheta disse...

Sophia.
Olha amiga estava como a Carminda,mas vejo que não... Abril bem bonito e vermelho e verde com bom gosto,nesta poesia de Manuel alegre como só ele sabe,adorei.
Beijinho Lisa

jo ra tone disse...

Ofereceram-me um livro de poemas do Sr Manuel Alegre.(talvez o último)
Hei-de ver se lá encontro este
Beijinho Sophia

Aspásia disse...

QUE NUNCA ALEGRE ABRIL SE TORNE TRISTE!

(TINHA EU AQUI ESCRITO ONTEM, MAS PELOS (NÃO)VISTOS NÃO APARECEU (:o?...

BEIJINHO RUBRO!

Vb disse...

Olá Isabel

Venho desejar-te uma boa semana perfumada pelo cheiro da Liberdade de Abril. De certeza que viveste este dia em cheio, que o esperavas e o aguardas! Eu, na altura era demasiado pequeno para perceber o que se passava, e no meio em que vivia o obscurantismo e a longa noite fascista tudo ofuscara, tudo cegara e amedrontara. Ninguém sabia o que estava a acontecer, ninguém sabia que a revolução cheirando a cravos chegara à rua. Por isso hoje, deixo aqui os parabéns e o meu agradecimento a todos que de alguma forma com as suas ideias, os seus protestos, os seus pensamentos contribuíram para que este cheiro a Liberdade chegasse até nós. Deixo aqui o meu desejo e a minha esperança que as actuais gerações e as gerações vindouras consigam preservar e continuar a apreciar o que realmente significou ABRIL.

Um grande beijo para ti e para todos que ao lerem este comentário se identificam com o mesmo.

OBRIGADO POR ABRIL

Vitor Barros

Sophiamar disse...

Daniel

Gostei de saber que gostas de Manuel Alegre.
Beijinhosss

Volta sempre!

Sophiamar disse...

Blue Velvet

Manuel Alegre é um SENHOR POETA. Tem o dom de nos prender ao sonho, à fantasia, à vida, à realidade, à Liberdade...

Beijinhossss

Sophiamar disse...

Gaivota, Princesa da Naza(ré)!

Alegre fez do triste Abril um Abril Feliz. Ele e outros corajosos como ele.

Beijinhossss

Sophiamar disse...

Vieira Calado

Quando quiser postar o IR falarei contigo.

Beijinhossss

Sophiamar disse...

Fernando

Manuel Alegre é um dos grandes poetas contemporâneos vivos. Talvez o maior.

Beijinhosss

Sophiamar disse...

Maria

Alegre será sempre um daqueles que se opôs tenazmente à ditadura.POr isso, a nossa gratidão.

Beijinhossss

Sophiamar disse...

E Abril é todos os dias. A Liberdade é um dos direitos fundamentais, inalienável, e jamais poderemos perdê-la.

Abril será flor rubra todo o ano enquanto o homem quiser.

Beijinhossss

Sophiamar disse...

António

Já tinha feito o comentário no teu blogue. Foi um post excelente que serviu de ponto de partida para outras pesquisas.
Em breve, sugerir-te-ei outros temas.

Obrigada, amigão.

Mil beijinhosss

Sophiamar disse...

António

Os dois comentários anteriores são para ti embora um deles não tenha o teu nome. Desculpa.

Beijinhossss

Sophiamar disse...

anamarta

Manuel Alegre e a Resistência andarão sempre associados. A gratidão que lhe devo, assim como a outros, só desaparecerá quando eu morrer.

Beijinhossss

p.s. Tenho sentido alguma dificuldade em entrar a tua caixa de comentários. Desculpa.

Sophiamar disse...

Zef

Ainda que o cheiro exalado não seja muito fresco, continuemos a festa. Adormecer é morrer.

Beijinhos, amigo.

Passa sempre. Deixo-te o cheirinho das laranjeiras do Largo da Sé.

Sophiamar disse...

Jorge

Neste blogue são permitidos todos os comentários a propósito do post e mais não fizeste do que isso. Quanto ao desabafo, politicamente incorrecto ou não é o teu sentir e, muito provavelmente, o de muitos outros que, tal como tu, queriam o Manel da Resistência à frente deste país.
Vai passando, amigo. És sempre muito bem vindo.

Beijinho

Sophiamar disse...

Bettips

Desculpa! Dei um salto nos comentários sem qualquer intenção. És daquelas amigas que me conhece desde os primeiros dias do Alfazemaazul.

És sempre bem vinda.

E que Abril seja sempre Abril.

Beijinhossss

Sophiamar disse...

Elvira, Amiga!

Não mudarei o "look" até ao 25 de Abril mas o original tem sempre o mar. Este é o look do coração. Até quinta!

Beijinhossss

Sophiamar disse...

Filoxera, Amiga!

Todos nós temos dias melhores e piores. Eu também não tenho andado muito bem. Luto por dias melhores. Quanto à disposição.
Mas tu, amiga, tens de abrir esse rosto e sorrir. Os meninos necessitam da alegria da mãe.

Mil beijinhos de quem muito te estima.

Sophiamar disse...

Guardião

Estou contigo, Amigo. Tal como com o Jorge. Aqueles votos, aquelas vontades poderiam ter sido aproveitados de outra maneira. Assim o desejavam aqueles que nele confiaram.
Quanto ao poema é lindo embora pouco conhecido.

Beijinhoss

Sophiamar disse...

Ludo, Migo!

Estou contigo na luta. Não esqueçamos nem adormeçamos sobre o que tanto custou a conquistar. 48 anos de luta e de luto.

Kisses grandes

Sophiamar disse...

Agulheta

Manuel Alegre tem um dom especial para cantar a Liberdade. Ou não fosse ele um Resistente.

Beijinhosss

Sophiamar disse...

Jo Ra Tone

Não vem no último,segundo creio, mas vem na página 441 da sua Obra Poética editada pela Dom Quixote.

Um poema lindo que faz parte de um grupo que canta Abril.

Bjinhossss

Sophiamar disse...

Aspásia

Amiga não sei o que aconteceu mas sei que confias em mim e não tirei nenhum comentário. Não sei como isso acontece mas, às vezes, sucede.

Alegre não ficará triste. Nunca!

Beijinhos mil

Sophiamar disse...

Vítor

Cabe-nos a nós saber transmitir aos nossos filhos e netos quão dura foi a noite fascista. O cheiro dos rubros cravos vai desaparecendo, dizem, mas eu continuo a lutar por uma sociedade mais igualitária onde não falte o pão na mesa, o calor na casa, a justiça entre os homens. Eu sei que estás do meu lado. Lutemos pelos nossos ideais. É difícil mas não desistas.
Eu estou aqui a regar cravos, a recordar Abris, a plantar esperança.
Beijinhossss