sexta-feira, 18 de abril de 2008

Portugal Ressuscitado

Depois da fome, da guerra
da prisão e da tortura
vi abrir-se a minha terra
como um cravo de ternura.
Vi nas ruas da cidade
o coração do meu povo
gaivota da liberdade
voando num Tejo novo.

Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido

Vi nas bocas vi nos olhos
nos braços nas mãos acesas
cravos vermelhos aos molhos
rosas livres portuguesas.

Vi as portas da prisã
abertas de par em par
vi passar a procissão
do meu país a cantar.

Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido

Nunca mais nos curvaremos
às armas da repressão
somos a força que temos
a pulsar no coração.

Enquanto nos mantivermos
todos juntos lado a lado
somos a glória de sermos
Portugal ressuscitado.

Agora o povo unido
nunca mais será vencido
nunca mais será vencido.

José Carlos Ary dos Santos

42 comentários:

Maria disse...

Querida Isabel

Continuaremos sempre a cantar Ary dos Santos, e cada vez mais, sempre que for preciso.
Até a rouquidão se instalar nas nossas vozes.
É assim, uma teimosia que não tem fim nem ninguém conseguirá impedir...

É bom ver a blogo cheirar a cravos, cheirar a Abril...

Beijinhos
(e tens outra vez o flash...)

Maria disse...

Voltei só para te dizer que o flash que tens é
"HitBlog.net : Get Huge Traffic!" que me parece ser diferente do outro que aparecia...

Beijinhos

meg disse...

Isabel, a grandeza de carácter das pessoas, não é preciso ser anunciada aos 4 ventos... manifesta-se discretamente nos pequenos gestos ou palavras.

Do 25 de Abril, o meu foi diferente, eu estava para os lados do Índico, LÁ, DENTRO DE 25 DE ABRIL.
E como não havia televisão nem telemóveis, só tivemos a confirmação quase 24 horas depois.
Um abraço com os beijinhos para a Maria.mkzab

Fa menor disse...

Muito bem!
Estás a preparar-te para a festa!
;)

Bom fim de semana e beijinhos

amigona avó e a neta princesa disse...

Também já percebi que estás ansiosa. O 25 de Abril está quase aí!!!Minha queridavai ao espaço do João e vê o que se passou com os nossos comentários!!! (Eh! Eh! Ainda bem que foi contigo! Olha se é com um outro qualquer?!!!)Beijocas minha linda...

avelaneiraflorida disse...

Querida Amiga,

Que estas palavras tão intensas sejam revividas SEMPRE!!!
Bjkas!!

jo ra tone disse...

Grande mudança foi Sophia
Mas...
Porque é que eu continuo a ser oprimido, aprisionado por idealistas a ter fome de justiça e outras coisas mais!,
juntos querem-nos eles sim!
para melhor nos caçar!
Não matam três coelhos de uma cajadada, mas sim três milhões...
Desculpa!
São ondas
Beijinho

Zé Povinho disse...

Os cravos, o Ary e o Depois do Adeus, anunciando um Abril que desejámos, mas que ainda não se realizou.
Abraço do Zé

Agulheta disse...

Amiga Sophia.Pois ontem este aqui um militar de Abril,no estúdio a falar para os jovens,eu foi ver,mas agora eles tem tudo e passa muito despercebido do que era antes,gostei das palavras dele,mas anda tudo muito esquecido.
Beijinho e parabéns pelo poema Lisa

Espaço do João disse...

Querida Isabel. Aqui estou. Rijo que nem uma rocha. Nada de cobiçar a minha Nina, está bem? Estava a fazer esta pequena composição e puf, desapareceu. A tua canção do José Afonso pôs-me uma lágrima no canto do olho. E lembrou-me uma outra :- aquela que diz assim; Venham, venham todos, que não vou só. Levo o menino no meu trenó...
Beijo e um optimo fim de semana.João

gaivota disse...

minha querida,
25 de abril, sempre!
fico-me nas entrelinhas, porque um dia saberás!
viva a liberdade de sermos livres e sabermos aproveitá-la com dignidade, honestidade e coragem, porque é preciso ter coragem para se sasber ser livre!
beijinhos grandessssssssssssss

Filoxera disse...

Tomara que nunca mais o povo seja vencido. Mas é necessária responsabilidade, espírito crítico e de união.
Abril é um mês especial para mim. Sempre ligado ao meu pai, que vivia o 25 de Abril com a mesma paixão que aqui demonstras, e que fazia anos a 17 e faleceu a 21.
Beijos, amiga.

Carminda Pinho disse...

Amiga,
embora um pouco adormecido (Portugal), tem aqui gente, e muita que, o ressuscitarão.
Somos muitos...não vamos deixar que nos vençam...

Beijos

anamarta disse...

Hoje ouvi um Capitão de Abril perguntar, foi para isto que fizemos o 25 de Abril? e a resposta que encontro é: que se nos mantivermos todos juntos lado a lado lutando pela liberdade, igualdade e justiça... deixará de ser uma pergunta e os Capitães de Abril poderão então dizer (Sim, foi para isto que fizemos o 25 de Abril).
Beijos e bom fim de semana

Espaço do João disse...

Querida Isabel.
Não!naõ!!! Não foi para isto que fizemos o 25 de ABRIL. O 25 de Abril que ajudei a contruir´ era cor de rosa e tinha uma aura como se fosse um arco iris. Esse sim , havia de nos curar da ignoramcia, das ammárras, da ganancia, da aoroximação dos mais favorecidos. O qre encontramos? Os ricos cada vês mais favorecidos e os pobres cada vez mais popbres. Penso que nunca seguiria pelo caminho da violência, mas tentaria entrar melhor no caminho da moderação e equidade. Não fui opolujista de levar ninguém para o Campo Pequeno , mem matar a maioria silenciosa, mas, deixar chegar o país a este ponto, Também N A O!!!Não há educação, instrução,moral, justiça,economia,saúde ocupação compatível, etc etc etc.Será necessário que nós os mais usados e que ainda teem um pouco de senso na cabeça teremos que vir para a rua todos para gritar:- Já é tempo de armar a trouxa e zarpar. Recebe um bejo e bom fim de semana. João

Espaço do João disse...

Desculppa alguns erros de ortografia. Estou cansado, vou descançar um poudo. João

Brancamar disse...

Que alegria recordar aqui este belo poema e recordar Ary dos Santos. Nunca me conformei por ele ter morrido tão cedo e com tanto ainda para dar...!
Nunca Abril esteve tão perto de se perder e nunca foi tão preciso relembrá-lo, fazê-lo renascer a cada dia...
Bem hajas por o trazer aqui.
Fica bem
Beijinhos para ti e para a Maria.

Blue Velvet disse...

Até pode ser que o Ary tenha razão, mas se estivesse vivo, seria esta a letra que cantaria com o Portugal que temos?
beijinhos e veludinhos azuis para ti

Maria Faia disse...

Querida Amiga Sophiamar,

A minha voz ficou rouca...
Mas, mesmo assim, o meu pensamento persiste em viver no sonho, na esperança ou na ilusão de liberdade.
Vim visitar o teu mar, o nosso mar, aquele que não muda e não mente.

Deixo-te um beijo amigo, com votos de um fim de semana feliz,

Maria Faia

rendadebilros disse...

Ary com as palavras , os cravos com a cor, Salgueiro Maia com o idealismo... era /é uma utopia?

Carminda Pinho disse...

Esta imagem leva-nos até Abril de 1974 e a uma esperança que persiste.
Muito foi feito mas, muito ainda há por fazer.

Beijos

Agulheta disse...

Querida amiga.
Lindo este cantar de Ary dos Santos,com Abril sempre adorei a foto é linda,deste miliatr de Abril.
Beijinho Lisa

Espaço do João disse...

Quierida Sophia.
Vai até ao espaço do joão " jsousa41blogspot.com ) encontrarás lá um miminho. Beijo e bom fim de semana.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Sophiamar
Boas recordações.
Ninguém como Ary dos Santos para as dizer.

Abraço

Vieira Calado disse...

Olá, Sophia, como vai isso?
Quando é que teremos, de novo, Portugal a ressuscitar em Abril?
Olha, vou roubar-te o cravos para fazer uma postagem dum poema sobre o 25 de Abril, dentro de 2 ou 3 dias. Posso?
Beijinhosss

Jorge P.G Sineiro disse...

Que falta nos fazem o Ary, a Natália, o Mário Viegas, Isabel!

Um abraço grande, para ti.

Jorge P.G.

Ana disse...

Palavras escritas que evocam os dias da Liberdade.
Palavras que fazem ouvir as vozes unidas na Esperança.
Palavras que não podemos esquecer neste Portugal que queremos se mantenha ressuscitado.
Um abraço com um cravo vermelho.

Jorge P.G Sineiro disse...

Passei de novo e vou agora ao outro mar.
Bom Domingo e um abraço.

meg disse...

Isabel,
Como deves calcular, o tempo de repente encolheu mas não quis deixar de vir aqui agradecer-te a tua presença e palavras nos vários posts lá no blogue.
Mas vou tentar responder e agradecera todas as pessoas que lá passaram. E responder à quantidade de mails que devo agradecer.
E tudo o resto que sabes que falta
no blogue.

Espero que fiques bem, desejo-te um bom fimde semana e deixo-te um abraço.

rendadebilros disse...

Acho que vou usar o teu blogue e o da Carminda para dar as minhas aulas pré-25 de Abril ( Língua Portuguesa e Formação cívica!!!) . Tenho aqui e lá muito bom material... sempre a corrente do pensamento entre nós.

A chuva mantém-se ... chuva com gela - diz no boleteim meteorológico... na Serra deve com certeza nevar...

rendadebilros disse...

com gelo - queria eu dizer...

Aspásia disse...

AMIGA SOPHIAMAR

INFELIZMENTE ABRIL ESTÁ A CUMPRIR-SE EM CHUVAS MIL, MAS NÃO EM CRAVOS MIL, AMIGA!
ESTE PAÍS ESTÁ INUNDADO DE MUITOS QUE SÃO CONTRA-ABRIL...
ESPERO QUE O TEU DOMIGO ESTEJA A DECORRER BEM, EU CONTINUO "CADELA ÃO-ÃO"...
DEPOIS PASSAS NO SINO E VÊS O QUE DEIXEI NOS COMENTS...

25 BEIJINHOS E 1 ÃO-ÃO!

Ludo Rex disse...

Magnífica postagem Amiga. Agora o povo unido, nunca mais será vencido, nunca mais será vencido... Vi Abril, Viva a Liberdade!
Kisse Bom Domingo

Papoila disse...

Um belo post!
25 de Abril SEMPRE!
Beijos

Savonarola disse...

"O povo unido nunca mais será vencido". Assim seja! E agora, mais do que nunca, o povo precisa de unir-se em luta contra este capitalismo feroz.
Beijinhos anarquistas

Ana Patudos disse...

Abril para sempre nos nossos corações.
beijinho
Ana Paula

Graça Pires disse...

Pomos o cravos vermelhos na lapela.
Cantamos poemas de Ary e Zeca e outros. Tentamos recuperar toda a alegria desse dia.
Um beijo.

C Valente disse...

que os cravos se mantenham vivos
Viva a liberdade
Saudações amigas

amigona avó e a neta princesa disse...

Um abraço minha querida...boa semana...

herético disse...

vibrante poema. colectivamente entoado...

beijos

Carminda Pinho disse...

Isabel,
uma boa semana para ti.

Beijos.

PS: Tens um desafio no meu canto.

elvira carvalho disse...

rar no seu blogue é ter a certeza de encontrar excelentes textos, quer sejam seus, quer de autores consagrados.
Ary se fosse vivo, continuaria a cantar o Abril sonhado, porque o que temos...
Um abraço.
Próxima 5ª feira, dia 24 de Abril, gostaria de contar com a sua presença no Sexta.
E a princesinha está bem? Um carinho para ela.