quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Natal



Foi tudo tão pontual
Que fiquei maravilhado.
Caiu neve no telhado
E juntou-se o mesmo gado
No curral.

Nem as palhas da pobreza
Faltaram na manjedoira!
Palhas babadas da toira
Que ruminava a grandeza
Do milagre pressentido.
Os bichos e a natureza
No palco já conhecido.

Mas afinal o cenário
Não bastou:
Fiado no calendário,
O homem nem perguntou
Se Deus era necessário...
E Deus não representou.

Miguel Torga

S. Martinho de Anta

25 de Dezembro de 1950

16 comentários:

Benó disse...

Parabéns pelas lindas postagens homenageando o presépio. São lindas todas e com o Miguel Torga a acompanhar ainda mais lindas ficaram.

Tenha um bom e Santo Natal.

Isa disse...

Amiga,está lindo o teu "cantinho",
lindo e acolhedor! E vou-me deliciando com Torga,com imagens e
com a forma como nos recebes!
Obrigada.Sinto-me bem e gosto de voltar.
Beijoo.
isa.

Anita disse...

Com a chegada do Natal tudo fica mais bonito, as cidades e aldeias, as nossas casas com os enfeites e tudo isso tem um sentido único.
Nossa gratidão pelo nosso Salvador Jesus Cristo que O amamos.

Beijinhos e um maravilhoso fim de semana.
O teu blog está lindooooo
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

elvira carvalho disse...

Parece apostada em me mostrar um Torga que eu não conhecia, e que me agrada muito.
As imagens escolhidas são muito bonitas.
Um abraço e BOAS FESTAS

Tiago R Cardoso disse...

belíssima colecção de belíssimas escolhas, bom fim de semana.

Graça Pires disse...

Obrigada por mais este poema de Torga. Desejo para ti um Natal cheio de Luz e com muito Amor.
Um beijo.

Agulheta disse...

Amiga Sophia. A chegada do natal nos leva a magia e encantamento,embora nesta altura muita gente sofrida não tenha natal.
Beijinho e bfs

ainda venho aqui antes do natal!

anamarta disse...

Isabel
O teu blog está lindo!!! Imagens, a poesia de Torga, tudo me encanta!
deixo-te um beijo e desejos de um óptimo fim de semana

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá amiga, belas postagens de Natal...
Beijos

pinguim disse...

É agradável saber a data em que Torga escreveu estes poemas, como deixaste nestes últimos dois poemas; este já tem 58 anos...
Beijinhos.

amigona avó e a neta princesa disse...

Tenho tantas saudades tuas! Beijos amiga querida!

tulipa disse...

Pelo Mundo fala-se na crise de valores e ideias.
Pudera! Só dão importância a mesquinhices...

Com o Natal à porta, os meus votos são:
Que nunca cesses de encontrar novas possibilidades na vida e em ti próprio.
Que mantenhas dentro de ti uma Paz que nada possa destruir.
Que o ano 2009 seja tal como desejas.
Beijos.

Hoje é daqueles dias em que o sol devia entrar pela janela da casa e levar a hipocrisia que fustiga muitas almas...

tulipa disse...

Se fosse instituído um prémio pelos blogues que fazem referência ao Natal - Presépio, este blog ganharia sem qualquer duvida.

Parabéns pelos lindos posts.

Jorge P.G disse...

OLÁ!

ESTÁ MESMO NATALÍCIO ESTE CANTINHO!

Poemas bonitos e imagens a condizer.
É Natal, é Natal... Já me cheira a rabanadas! Nham...nham!...

UM ABRAÇÃO PARA TI E UM SORRISO.

Pipinha disse...

"Nesta época festiva,
Deseja-se a todos os Povos...
Um Carnaval Cheio de Páscoas...
E um Natal cheio de Anos Novos....

Que as Renas do Pai Natal,
Surjam nos Céus a Voar,
Tilintando alegremente...
Com o Rudolph a piscar!

Que o Pai Natal e os Duendes,
Façam raves a bombar...
E não se baralhem nas botas...
Na altura de ofertar!....

Que o presépio de Natal,
Tenha estrelas sorridentes,
Ovelhinhas e Pastores...
E Reis Magos bué Contentes!

Que tudo surja em sorrisos,
Com muita Paz e Carinho...
E que o coelho da Páscoa,
Se esmere no sapatinho!

Que se tenha nesta quadra,
Muito Amor e Alegria...
Rabanadas e filhós
Arroz doce e Aletria!"

Querida Isabel, desejo-lhe a si e aos seus um Feliz Natal com muita saúde, paz e alegria.
Muitos beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

o escriba disse...

Isabel

Querida Amiga, um santo e feliz Natal para ti e para os que te são queridos.

bjinhos
Esperança