sábado, 20 de dezembro de 2008

Natal




Natal divino ao rés-do-chão humano,
Sem um anjo a cantar a cada ouvido.
Encolhido
À lareira,
Ao que pergunto
Respondo
Com as achas que vou pondo
Na fogueira.
O mito apenas velado
Como um cadáver
Familiar…
E neve, neve, a caiar
De triste melancolia
Os caminhos onde um dia
Vi os Magos galopar…

Miguel Torga

15 comentários:

Papoila disse...

O teu blog está lindo!
Torga bem escolhido como sempre.
Ainda cá volto...
Beijos

Isa disse...

Já tinha dado uma espreitadela...
Fui fazer companhia à Guida,k já está em casa,mt.dorida.Mas lá vai!
Sinto-me aqui bem.Já o disse! :)
Volto,se Deus quiser.
Deixo-te um carinho:
beijoo amigo
isa.

heretico disse...

Bom Natal e muitas prendas...

beijos

elvira disse...

Torga mais uma vez. E mais uma vez muito bonito.
A cada poema que leio uma interrogação e uma saudade.
Um abraço e bom fim de semana

Pico minha ilha disse...

Como Torga tinha razão quando este poema escreveu.O Natal virou um mito e o Natal verdadeiro parece que o homem esqueceu dele.Um sorriso neste Natal e um imenso abraço te deixo, beijinho

gaivota disse...

mais umas palavras de encantar pelas mãos de torga, que tão bem soube falar desta linda quadra, o Natal, fascinante para as nossas crianças que esperam ansiosamente o passar dos dias à noite de 24, e lá virá o pai natal...
beijinhos grandes

Pena disse...

Linda Amiga:
Não podia passara sem lhe desejar um SANTO NATAL.
Miguel Torga poetisou...
Ele lá no Alto ouvi-la-á quando ele fala sobre a quadra com tanta beleza... Tenho a certeza absoluta. Esteja certa disso.
Beijinhos amigos pelo seu encanto.
FELIZ NATAL!

Maravilhado por tanta doçura. A sua!

pena

Desculpe!

pinguim disse...

Ainda não tinha referido os postais com os presépios; reparei agora, talvez por este ser especialmente bonito.
Beijinho.

Zé Povinho disse...

Os postais de Natal são muito bonitos, e sobre Torga nada mais posso acrescentar. Feliz Natal.
Abraço do Zé

Isa disse...

Linda deixei no meu blog um desafio
da Serena.Se tiveres tempo...
Beijinho.
isa.

Fragmentos Culturais disse...

Um dos poemas mais lúgubres de Natal!
Mas autêntico, tal como Torga!

Votos de Natal fraterno!
Um beijo

Manuela Viola disse...

Feliz Natal e um excelente 2009.
Beijos

Isa disse...

Minha querida,assim ñ vale!:):) Estou de lágrima no olho! Realmente
só "sou assim" pq. me amaram muito. Me amam mto.A Carla e o Pedro ñ têm filhos.Os netos são do lado do Nuno e Catarina.
Engraçado,sinto uma empatia,tb.eu,
em relação a ti.Temos mto em comum.
Ontem,em casa da Guida,disse:
"adoptei algumas pessoas e fui adoptada...Que bom!"
Ela respondeu:mesmo teu,mana...
Beijoo.
Beijoo.
isa.

Isa disse...

Voltei.Ñ te preocupes em ñ responder.Entendo bem.Vais ficar a conhecer + uma "coisinha" de mim:
dou-me mt bem c/ as pessoas pq. respeito a sua forma de estar na Vida,a sua vontade e a Liberdade de cada um.Antes do final do ano gostava de "falar"das minhas irmãs.
Aí verás essa característica bem viva.3 manas/3 diferenças/um grande amor.
Beijokinha.
isa.

Tiago R Cardoso disse...

Continuas em grandes escolhas.

Um Feliz e Santo Natal.