sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Natal



Enquanto a chuva
Escorrer da minha vidraça
E furar o telhado
Daquele farrapo de homem que além passa
Enquanto o pão
Não entrar com justiça
Lado a lado
Mão a mão
Nem Jesus vem
Andar pelos caminhos onde outros vão
Um dia
Quando for Natal
(E já não for Dezembro)
E o mundo for o espaço
Onde cabe
Um só abraço
Então
Jesus virá
E será
À flor de tudo
O Redentor
Universal
(Quando o homem quiser
Será Natal)

Manuel Sérgio

25 comentários:

pinguim disse...

Linda a tela escolhida...

elvira carvalho disse...

E quando isso acontecer o mundo será diferente.
Um abraço e tudo de bom

Filoxera disse...

Hoje não é Torga, mas também está bem escolhido.
Beijos.

Isa disse...

Lindo texto,forte sem deixar de lado a poesia.Gosto muito de M.Sérgio.Para ti,
beijo.
isa.

o escriba disse...

Querida Amiga

Continuação de Boas Festas, com saúde, alegria e muito carinho!

Tudo de bom para ti e para os teus!

bjinhos
Esperança

águia_livre disse...

Uma grande verdade. O Natal é quando o homem quiser

Mas também é verdade que o homem não quer.

Bom Ano de 2009

Visitem:

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.com/
.

Peter Pan disse...

Genial Amiga:
Uma homenagem sensível e linda ao Natal de todos,em diálogo com Deus. Entendo o poema delicioso, assim! Por merecer. A pensar nos amigos e no amor que tem para dar e receber. No bem-estar que vê neles! Um poetizar descrito em forma e em atitude pessoal. Que difunde um gesto lindo, sensato e sóbrio. Amoroso!
Tudo de maravilhoso e fantástico.
Excelente 2009 com ternura e carinho.
Beijinhos amigos sempre respeitadores e sinceros.
O AMIGO daqueles autênticos, sabe?
Maravilhado pelo seu encanto nesta sua atitude admirável e de uma enorme sensibilidade literária e poétia fabulosa e profunda que toca...

peter pan

É um docinho lindo. Desculpe!
Tenho um texto idéntico ao seu poema doce no meu blog: Memórias Vivas e Reais)...

Tiago R Cardoso disse...

sereno...

Belíssimo momento.

Agulheta disse...

Querida amiga!Depois de uns dias fora,aqui venho com amizade e gostei de ler o poeta,não conhecia e a partilha foi boa.
Beijinho e tudo de bom Lisa

jo ra tone disse...

"Só quando o homem quiser".
Pena é que não esteja a acontecer neste momento na Terra Santa a continuação desta celebração
Beijinhos
Continuação de Boas Festas

Papoila disse...

Querida Amiga:
Uma bela tela para um poema do Natal que todos esperamos...
"Quando for Natal
(E já não for Dezembro)
E o mundo for o espaço
Onde cabe
Um só abraço"
Beijos

anamarta disse...

Amiga
Que pena que os homems teimem em não querer!
Seria Um Mundo bem Melhor o Nosso!
Beijinhos para ti

Brancamar disse...

Olá amiga,

Lindíssimo este poema! Esse será o verdadeiro Natal, o de todos os dias e não só o de Dezembro como diz o poeta, tão triste para alguns e para todos os que sentem esses contrastes.
Beijos para ti e dias felizes agora, no novo ano e sempre.
Branca

Isa disse...

Obrigada pela visita.
Tb.eu,às vezes te visito,noutros
textos.É q.há mta coisa semelhante
entre estas isabeis...:)
Volto + perto do dia 31,se Deus quiser.
Beijoo.
isa.

Eduardo Aleixo disse...

Lindo poema, amiga, sim, Jesus vem. Beijinhos. Bom Ano Novo.
Eduardo

antonio - o implume disse...

Pelo sim, pelo não eu vou celebrando o Natal e recebendo prendas, pois esse dia...
Um Bom 2009 e não ligues às previsões. No mês passado estes senhores previam o petróleo a 500$US o barril, agora os mesmos garantem-nos o petróleo a baixo preço! :P

as-nunes disse...

Olá SophiaMar
Nesta época do ano é ver-nos em correrias loucas, a acudir aqui e ali, a ver se não nos falta ninguém, familiar ou amigo, para lhe desejarmos o melhor do Mundo para o próximo ano.
E cá vamos andando nesta secreta esperança que esses desejos se possam realizar.
Sei lá. Já não digo nada. Há tantos interesses e golpadas em jogo nesta aldeia global em que vivemos que tudo é possível. Já acredito nisso. Tudo é possível. Previsões? Juras?
Se cada um de nós fizer a sua parte em prol da humanidade de certeza que tudo vai correr bem.
Um beijo. Muitas FELICIDADES.
António

De Amor e de Terra disse...

Minha querida Amiga Isabel, comungo este Poema!
E que o ano que aí vem, te cubra de Paz e LUZ.

Beijos imensos da
Maria Mamede

Tozé Franco disse...

OLá SophiaMar.
Belíssimos textos. oderosos.
Esero ainda estar a tempo (acho que estamos sempre) de lhe desejar um Santo NAtal e que 2009 lhe traga tudo de bom.
Vou likar o seu blogue.
Um abraço.

Cadinho RoCo disse...

Esta liberdade que nos é concedida merece entendimento capaz de fazer com que aceitemos em nós o espírito da fé. Sem a presença da fé fica difícil demais entender o verdadeiro sentido do Natal.
Cadinho RoCo

Pipinha disse...

Querida Sophiamar,
Gostei de ler este poema de Manuel Sérgio e é verdade, sim, o Natal deveria ser quando o homem quisesse.
Vim deixar-lhe uma bonita RECEITA DE ANO NOVO FELIZ!
Pegue em 12 meses inteiros.
Limpe-os bem. Tire toda a amargura, ódio e inveja.
Deixe-os tão limpos quanto possível.
Depois corte cada mês em 28, 30 ou 31 partes diferentes,
mas não pegue todas de uma vez só.
Prepare-as pouco a pouco, atenta aos ingredientes.
Misture bem em cada dia:
- uma porção de fé,
- uma porção de paciência,
- uma porção de coragem e
- uma porção de trabalho.
Adicione:
- uma parte de esperança,
- lealdade,
- generosidade,
- meditação e
- boa vontade.
Tempere tudo com:
- pitadas de espiritualidade,
- diversão,
- um pouco de brincadeiras e
- um copo cheio de bom humor.

Despeje tudo numa tigela de amor.
Cozinhe bem, com muita alegria,
e enfeite com um sorriso.
Depois sirva tranquila, desapegada e carinhosamente.

Assim estará destinada a ter um
Feliz Ano Novo!

Com a sua doçura conseguirá com certeza fazer esta receita funcionar!
Bom Ano com muita saúde, paz e alegria!
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

mundo azul disse...

___________________________________


Lindo poema! Que um dia as palavras se tornem realidade...


Beijos de luz, o meu especial carinho e um FELIZ ANO NOVO!!!

___________________________________

heretico disse...

bonito Poema.

beijos.

votos de Bom Ano!

Entre "aspas" disse...

O Natal é dar as mãos a quem precisa,é dar um abraço, é sorrir para o próximo.
Tudo poderia ser diferente...

Votoos de de um Feliz Ano Novo.
Bjs Zita

Vieira Calado disse...

Esta é uma das fases de que mais gosto do Picasso.